NOSSOS PRESIDENTES - ANOS 2000

Aqui contamos um pouco da história dos queridos líderes que vem estando à frente do Centro Espírita Nova Revelação desde o início dos anos 2000.

Valdir Dias Pereira
atual presidente

Sérgio Dias Pereira

presidente de 2010 a 2012

Valdir Dias Pereira

 

O primeiro contato de Valdir com o Nova Revelação ocorreu em 1952 no Largo Silva Teles. Sua mãe passa a frequentar a Casa para os trabalhos práticos, sempre levando os dois filhos Valter e Valdir, embora contrariados, visto que eram uma família essencialmente católica.

Os filhos integram a juventude espírita, na Rua dos Xavantes, participando ativamente de todas as atividades.

Muito jovem (22 anos) Valdir começa a participar da diretoria como Diretor Auxiliar, chegando a Diretor Financeiro com quase duas décadas na função. Em abril de 2008 assume a posição de Vice-presidente e atualmente é o Presidente do Centro Espírita Nova Revelação.

Sérgio Dias Pereira

 

Sergio começou a frequentar o CENRE quando tinha 17 anos, depois de saber que sua tia era médium. Na primeira vez que ele entrou no Centro, falou: “Tia, parece que eu conheço este lugar. Eu já estive aqui”. Esta retrucou: “Não, Sergio, você nunca veio aqui”. E o sr. Fábio, um dos antigos diretores da Casa, que estava perto e nem o conhecia, disse: “Se ele está dizendo, é porque ele já veio aqui (em espírito, ele queria dizer)”. Começou aí, na rua Silva Teles, sua história de dedicação ao Nova Revelação.

Sergio logo se familiarizou com o Lar Dois Corações, tendo prestado grande ajuda ao casal Ana e Isidoro Dall´Anese nas atividades para angariar fundos e na época da construção. E assumiu a administração no dia de sua inauguração, em 26 de setembro de 1983, quando passou a se dedicar totalmente a ele.

Com a desencarnação de Adolpho Angelini, em 2010, Sergio Dias Pereira assumiu a Presidência do Nova Revelação.

De volta a São Paulo, iniciamos o trabalho juntamente com nosso irmão Orlando, precisamente julho de 1982.

 

Na época, fazia a leitura do evangelho antes do início dos trabalhos que eram dirigidos por ele. E assim o fizemos até o dia 26 de março de 1983 quando, após a leitura, nosso irmão, que estava sentado, levantou-se, olhou para mim e disse:

 

- De hoje em diante pode fazer o trabalho.

 

Mesmo sendo pego de surpresa iniciamos a tarefa, que perdura até hoje.

 

 

Valdir Dias Pereira

"

"

Adolpho Angelini
presidente de 2006 a 2010

Adolpho Angelini

(1925 - 2010)

Assim como a maioria de nós, Angelini também era oriundo da Igreja Católica, visto que seu tio avô era padre e nesses padrões recebeu os primeiros ensinamentos sobre o cristianismo, quando tinha 8 anos de idade no Colégio e Igreja Dom Bosco, na Mooca.

Por volta dos dez anos de idade, Adolpho e seu pai foram convidados a participar de uma reunião espírita, no Centro Espírita Nova Revelação, que na época estava instalado na Rua Barão de Paranapiacaba, no Centro da capital paulistana.

Aos treze anos, começou a ler as obras espíritas e suas filosofias, procurando cada vez mais aprofundar seus conhecimentos na doutrina. 

Como gostava de ler obras espíritas, e kardecista convicto, foi se aprofundando tornando-se um grande conhecedor e estudioso da doutrina.

Para todos nós do Centro, foi um irmão, um pai, um professor, um amigo, um conselheiro e um confrade.

Adolpho Angelini foi Presidente do CENRE no período de 2006 (quando Geraldo desencarnou) até final de 2010, quando partiu.

Geraldo Martins
presidente de 2000 a 2006

Geraldo Martins

(1922 - 2006)

 

Geraldo nasceu espírita. Sua avó materna já era médium vidente e de efeitos físicos, o que deixava a pequena São João da Boa Vista admirada.

Apesar de crer no espiritismo, nunca tinha frequentado regularmente um Centro.

Em 1944,  um colega lhe recomendou o Nova Revelação e só então Geraldo se deu conta que todo dia pegava o ônibus para ir ao trabalho, justamente na frente do Centro, que na ocasião era frequentado por sua irmã e cunhado.

E então, aos 22 anos, Geraldo entra pela primeira vez num Centro Espírita. O único que viria a frequentar.

Com seis meses “de casa” começou suas atividades no CENRE, na sala de passes. Realizou diversos trabalhos, assumiu diversos cargos, chegando a ser um dos Presidentes do Nova Revelação com mais tempo de mandato. Participou de todas as grandes decisões, inclusive a construção do Lar Dois Corações.

Agradecemos a contribuição do nosso irmão Geraldo Martins, que procurou dirigir o Nova Revelação com harmonia, disciplina e amor dentro da doutrina kardecista.

© 2017 Centro Espírita Nova Revelação